quinta-feira, 26 de maio de 2011

Visita do escritor Fernando Bento Gomes, dia 7 de junho!

No dia 7 de junho, vamos receber no nosso Auditório a visita do escritor Fernando Bento Gomes que nos vem falar de duas obras suas: "O Baile dos Brinquedos" e "História da Nuvem que não queria chover", reeditada em 2010 pela Soregra e premiada com o 1º Prémio de Literatura infantil da Associação Portuguesa de Escritores.

Serão realizadas 3 sessões de cerca de 60 minutos cada:

10h00 - 1º ano e 2º ano
11h30 - 3º ano e 4º ano
14h15 - 5º ano e 6º ano


.............................................................................................................................

História da Nuvnem que não queria
Texto de Fernando Bento Gomes
Ilustrações de Sandra Abafa



.............................................................................................................................

O Baile dos Brinquedos
Texto de Fernando Bento Gomes
Ilustrações de Eunice Rosado e Emanuel Batalha

Feira do Livro no Colégio Bernardette Romeira - De 26 de maio a 3 de junho

De 26 de maio a 3 de junho decorre, na nossa biblioteca, a feira do livro promovida pela equipa do Centro de Recursos em parceria com a Soregra Editores, onde se podem encontrar boas propostas de leitura, com 20% de desconto.

A Feira está aberta, na parte da manhã das 10h00 às 12h00 e à tarde das 13h00 às 19h00, oferecendo uma grande variedade de obras com o principal objetivo de divulgar os livros, enquanto ferramentas de estudo e de cultura, visando a promoção de hábitos de leitura, junto dos vários níveis de ensino (do pré-escolar ao 3º ciclo), pais e encarregados de educação e todo o pessoal docente e não docente.

Entre os vários autores presentes nesta feira destacamos: Luísa Ducla Soares, António Torrado e "Geronimo Stilton".





quarta-feira, 18 de maio de 2011

Dia Internacional dos Museus - 18 de maio. Tema do ano de 2011: "Museu e Memória, os objetos contam a vossa história".

Reconhecendo a importância dos museus como uma importante fonte de conhecimento e responsáveis pelo enriquecimento e desenvolvimento das nossas sociedades, neste dia a biblioteca escolar do Colégio Bernardette Romeira realizou uma pequena exposição com material informativo proveniente de vários museus de Portugal que indicamos em seguida:

- Museu da Eletricidade
- Museu Clouste Gulbenkian
- Museu da Marioneta
- Museu do Brinquedo
- Museu Nacional de Arte Antiga

Agradecemos aos museus que contribuiram com material informativo!









 .........................................................................................................................

Sabias que...
A palavra “MUSEU” , de origem grega, significa “templo das musas”, e já era usado em Alexandria para designar o local destinado ao estudo das artes e das ciências.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Poema da Semana - Sorriso

Sorriso

O sorriso é uma chave
Que abre portas e janelas.
Entre muitas coisas mágicas
O sorriso é uma delas.

O sorriso é simpatia
Também pode ser amor.
O sorriso tem magia
Tem ternura e calor.

O sorriso dá carinho
O sorriso faz amigos.
Constrói tu, no teu caminho
Uma ponte de sorrisos.


Rosa Lobato de Faria












Biografia

Rosa Maria de Bettencourt Rodrigues Lobato de Faria (20 de Abril de 1932 - 2 de Fevereiro de 2010) foi uma escritora, compositora e actriz portuguesa. Filha de um oficial da Marinha, cresceu entre Lisboa e Alpalhão, no Alentejo. O seu nome está na escrita como guionista, romancista, contista, poeta, dramaturga e letrista de canções. Assinou o argumento da sitcom Humor de Perdição. Em co-autoria participou em Os Novos Mistérios da Estrada de Sintra e Código d' Avintes. Para além disto publicou contos infantis (A Erva Milagrosa, As quatro Portas do Céu e Histórias de Muitas Cores). Foi autora de A Gaveta de Baixo, longo poema inédito, acompanhado de aguarelas de Oliveira Tavares, estando o resto da sua obra poética reunida no volume Poemas Escolhidos e Dispersos (1997). Para o teatro escreveu as peças A Hora do Gato, Sete Anos – Esquemas de um Casamento e A Severa. Foi ainda a letrista que, a par de José Carlos Ary dos Santos, permanece como a mais bem sucedida no Festival RTP da Canção, tendo obtido quatro vezes o primeiro lugar com Amor de Água Fresca (1992), Chamar a Música (1994), Baunilha e Chocolate (1995) e Antes do Adeus (1997). Como actriz integrou o elenco de várias séries televisivas. Experimentou o cinema, sob a direcção de João Botelho. Vitimou-a uma anemia, aos setenta e sete anos. Era viúva de Joaquim Figueiredo Magalhães, editor literário, desde 26 de Novembro de 2008.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Dia da Europa - 9 de maio


Em 9 de Maio de 1950, Robert Schuman apresentou uma proposta de criação de uma Europa organizada, requisito indispensável para a manutenção de relações pacíficas.

Esta proposta, conhecida como "Declaração Schuman", é considerada o começo da criação do que é hoje a União Europeia. Na Cimeira de Milão de 1985, os Chefes de Estado e de Governo decidiram celebrar o dia 9 de Maio como "Dia da Europa".

Actualmente o dia 9 de Maio tornou-se um símbolo europeu (Dia da Europa) que, juntamente com a bandeira, o hino, a divisa e a moeda única (o euro), identifica a identidade política da União Europeia. O Dia da Europa constitui uma oportunidade para desenvolver actividades e festejos que aproximam a Europa dos seus cidadãos e os povos da União entre si.

Mais informações aqui!

..............................................................................................................................

JOGA no Europa GO! http://europa.eu/europago/welcome.jsp

Neste site podes aprender coisas sobre a Europa e divertires-te ao mesmo tempo!!!
Descobre os teus vizinhos com os jogos interativos do Europa GO que vão exigir de ti destreza e capacidade de reflexão. Boa sorte!!

............................................................................................................................

Form
ação sobre a Europa com a Formadora Laure de Witte.


Às 14h30 do dia 9 de maio, as turmas do 6º ano deslocaram- se ao Auditório do Colégio para participar numa formação sobre a Europa! Esta formação teve como objetivos:

· Conhecer a identidade europeia;

· Conhecer os direitos dos cidadãos europeus;

· Distinguir Europa de União Europeia.

Para além destes temas, aprendemos algumas curiosidades sobre a Europa e a União Europeia. Ao longo da formação, os conhecimentos e a concentração dos alunos foram testados através de atividades e perguntas. A formação correu muito bem! No final da formação, tivemos oportunidade de fazer algumas perguntas à formadora Laure de Witte. Todos os alunos adoraram a formação. 
Marta Mendonça (6ºA)


Formação sobre o Dia da Europa com Laure de Witte.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Poema da Semana - O dos Castelos



O dos Castelos

A Europa jaz, posta nos cotovelos:
De Oriente a Ocidente jaz, fitando,
E toldam-lhe românticos cabelos
Olhos gregos, lembrando.

O cotovelo esquerdo é recuado;
O direito é em ângulo disposto.
Aquele diz Itália onde é pousado;
Este diz Inglaterra onde, afastado,
A mão sustenta, em que se apoia o rosto.

Fita, com olhar esfíngico e fatal,
O Ocidente, futuro do passado.
O rosto com que fita é Portugal


Fernando pessoa

  

terça-feira, 3 de maio de 2011

Poema da Semana - Mãe

Mãe

Dantes, quando a deixava,
As férias já no fim,
Ela vinha à janela
Despedir-se de mim.

Depois, quando na estrada,
Olhava para trás,
Deitava-me ainda a benção
Para que eu fosse em paz.

Dali não se movia,
À vidraça encostada,
Até que eu me perdia
Já na curva da estrada.

Hoje, se olho, calo-me
E baixo os olhos meus!
Já não vem à janela
Para dizer-me adeus!

Chove, e a chuva é fria.
Noite! Nos montes distantes
O Inverno principia.
Um Inverno como dantes.

Ao redor do lume aceso
Todos ficamos a olhar...
Todos não, não somos todos,
Porque há vazio um lugar.

Esse lugar era o dela,
Que ninguém mais preencheu.
Mesmo com vida, na terra,
Era uma estrela no céu.


Alfredo Brochado, in "Bosque Sagrado"


Biografia

Alfredo Monteiro Brochado era filho do Dr. Alberto Vicente da Cunha Brochado e de D. Eulália da Conceição Monteiro Brochado, nasceu na freguesia de S. Gonçalo, Concelho de Amarante a 3 de Fevereiro de 1897.
Obteve os seus estudos superiores, em Direito, pela Universidade de Coimbra. Desempenhou funções superioras no Tribunal da Relação de Lisboa. Na imprensa escrita, foi redactor da revista literária "Gazeta dos Caminhos de Ferro" e articulista no "O Primeiro de Janeiro", "Diário de Lisboa", "Diário Popular", "República", "Semana Portuguesa", "A Águia", "Ilustrações o Século Ilustrado" e na "Seara Nova". Como títulos literários refere-se, em 1921, "O Sangue de Heróis, uma Ode, que foi escrita propositadamente para a Sessão de Homenagem ao Herói Desconhecido, em Amarante, sendo recitada pelo próprio, em 10 de Abril de 1921.
Participou na antologia "Poetas de Coimbra", uma edição do Salão dos Estudantes de Coimbra, na Casa das Beiras, no ano de 1939 e na outra obra de poesia, intitulada "Os Cem Melhores Sonetos", compilado pelo poeta de nacionalidade espanhola Fernando Maristany e no "In Memorian de Leonardo Coimbra".
Em 1949 foi lançado um livro póstumo "Bosque Sagrado - Poemas" , com as suas criações poéticas distribuídas por 126 páginas, contendo um retrato de Alfredo Brochado, o prefácio de autoria de Teixeira de Pascoaes e uma notícia redigida por Manuel Mendes.
Em 1952 foi editado uma outra obra literária denominado "Diálogo Antigo", uma edição de 500 exemplares.
Faleceu em 16 de Maio de 1949, em Lisboa e ocupou por último o cargo de Chefe de Secretaria da Procuradoria-geral da República.